22 de ago de 2010

SHOPPING (Ou a balada do playboy desiludido) Punky, 1999.



Essa solidão...
Vou comprar amigos no mercado virtual.
Vou procurar valores de vida, no Jornal Nacional.
Comprar uma mulher, perfeita, manequim,
Numa dessas vitrines de um shopping nos Jardins.

Tem algo errado quando um carro vale mais,
Que uma dessas meninas que se vendem nos sinais.

Todos mentem o tempo todo, e criam os seus mitos.
E deles eu me vingo, fingindo que acredito.
Eu tenho a impressão que sou muito querido,
Mas o meu cartão do banco é que diz se sou bem-vindo.

Essa solidão uma máquina de torturas.
Essa solidão ainda me leva a loucura.

E pra eu ser feliz, só falta um detalhe:
Que não é importante mas, detalhes são detalhes.
Em quem que eu vou pisar pra conseguir dinheiro?
Pra pagar as minhas contas, pra tapar esse bueiro?

Tem algo errado, quando as televisões,
Me vendem o amor em suaves prestações...

Essa solidão...
Essa solidão...
Essa solidão...

TÁ CEDO!!!